NoHo Hank, enquanto isso, se gaba de como ele enganou os policiais para seus companheiros chechenos, dizendo que todos os crimes relacionados aos chechenos ou bolivianos da última temporada podem ser atribuídos a Fuches. Há apenas uma ruga, pois vemos NoHo Hank dirigindo até sua casa para fazer uma surpresa no chuveiro … Cristobal (Michael Irby), líder da máfia boliviana, com quem agora vive em um relacionamento amoroso. Claro, o fato de NoHo Hank e Cristobal parecerem muito felizes um com o outro provavelmente significa que eles não estão destinados a durar muito (se inúmeros outros romances de TV são alguma pista). O único ponto de discórdia que eles têm é nosso personagem-título, que eles não podem deixar de discutir mesmo tangencialmente. “Ele matou todos os meus amigos”, diz Cristobal sobre Barry, enquanto Hank tenta fazer com que seu namorado pense menos em Barry e, em vez disso, planeja uma expansão no lado ocidental dos EUA.

Cristobal não quer falar mais sobre Barry, o que faz sentido. NoHo Hank, no entanto, se depara com Barry em carne e osso, já que o último aparece em seu quintal do nada. “Você e Cristobal são um casal agora?” Barry diz antes de tudo, mas implorando a NoHo Hank por um trabalho adequado. “Estou em uma situação ruim… acho que estou enlouquecendo, cara”, disse ele antes de dizer que precisa de um propósito na vida. Mas NoHo Hank explica isso para Barry: “O perdão é algo que deve ser conquistado”. O propósito se explica em breve, pois Barry fica chocado ao ver uma mensagem de texto recebida de Gene, que solicita a presença de Barry no antigo estúdio de atuação. Barry espera que seja por um bom motivo, mas sabemos imediatamente que não é: quando Gene vê o texto de Barry de volta, damos uma boa olhada em um revólver que ele está se preparando para usar. Agora, por mais sinistra que seja essa revelação, ela leva ao momento absolutamente mais engraçado de “perdoar jeff”. A arma, aparentemente, foi um presente do lendário ator Rip Torn, cuja nota para Gene diz “Couscous, tente não explodir seu pau com isso. – Rip (ditado, mas não lido)”. Tal como acontece com outros episódios de “Barry”, quando isso é para rir, é grande.

Brincadeiras à parte, Gene parece bastante lúcido na manhã seguinte quando vai ao estúdio de atuação, dando um grande abraço em seu neto e dizendo “Tudo vai ficar bem” de uma maneira que implica que ele está em uma missão suicida e ele sabe disso. . Quando Barry chega ao estúdio de atuação, está em um estado de abandono abandonado, com uma placa escrita à mão se despedindo dos vários alunos de Gene. Gene não está interessado em falar sobre isso, no entanto. “Lembra daquele dia na floresta? Eu tenho pensado muito sobre aquele dia”, ele diz calmamente. Ele então lembra Barry sobre “Kenneth Goulet”, também conhecido como Fuches, e não perde tempo em afirmar o que sabe: “Eu sei que você matou Janice”, Gene diz enquanto pega sua arma. Ele dá a Barry duas opções: se entregar ou “morrer porra”.

Fonte: www.slashfilm.com

Deixe uma resposta