No episódio 3, intitulado “What Are You?” o demônio que estava se escondendo em Yoshiwara é finalmente revelado. Sem surpresa, ela tem trabalhado como uma Oiran na mesma casa para a qual Zenitsu foi “vendida”. O nome do demônio é Daki, mas ela vem se disfarçando como uma bela humana há décadas, sempre escolhendo apelidos que contenham a palavra “hime”. Seu apelido atual é Warabihime. Curiosamente, “hime” é a palavra japonesa para “princesa” ou uma mulher nobre. Também pode ser usado para descrever mulheres bonitas, por isso faz sentido que um demônio tão vaidoso e narcisista como Daki o usasse em todos os seus disfarces humanos.

Muito do episódio 3 se concentra na caracterização de Daki, e aprendemos que, além de seus níveis insanos de vaidade e obsessão com a beleza – ela nem mesmo come humanos que considera “feios”, optando por simplesmente matá-los – ela também é incrivelmente cruel. Mesmo quando ela está trabalhando como um Oiran em seu disfarce humano, sua crueldade é tão severa e lendária que ela freqüentemente leva aqueles ao seu redor a fugir ou cometer suicídio para escapar de sua malícia.

O único indivíduo pelo qual ela demonstrou ter algum respeito até agora é o próprio lorde demônio, Muzan Kibutsuji, de quem ela parece ansiar por elogios e validação, chegando mesmo a se tornar visivelmente subserviente em sua presença – muito longe de chorar de suas interações com literalmente todas as outras pessoas com quem a vimos.

Daki comanda tal autoridade que até mesmo os donos da casa se curvam a ela, encolhendo-se de medo de sua ira. Na verdade, todos os que são forçados a viver sob o mesmo teto parecem ter medo dela, com exceção de um Zenitsu recém-reorientado.

Fonte: www.slashfilm.com

Deixe uma resposta