“Chicago e o mundo perderam um ícone com o falecimento de Timuel Black”, disse o presidente Obama em um comunicado na quarta-feira, saudando Black como “um defensor ferrenho da mudança por meio da educação e do entendimento mútuo […] Ao longo de seus 102 anos, Tim foi muitas coisas: um veterano, historiador, autor, educador, líder dos direitos civis e humanitário. Mas, acima de tudo, Tim foi uma prova da força do lugar, e como o trabalho que fazemos para melhorar uma comunidade pode acabar repercutindo em outros bairros e outras cidades, eventualmente mudando o mundo. Hoje, Michelle e eu enviamos nossos pensamentos para a esposa de Tim, Zenobia, e todos que amavam e admiravam este homem verdadeiramente incrível. “

De acordo com a declaração oficial do Sindicato de Professores de Chicago, o Sr. Black “serviu como um pilar central na luta permanente pela igualdade racial e econômica na cidade de Chicago e em todo o país. Ele tem sido um mentor, defensor e voz da esperança para inúmeros moradores de Chicago e pessoas de consciência, dedicando toda a sua vida ao serviço que apóia as necessidades de muitos e o bem comum de todos ”.

Legenda da imagem do cabeçalho: Timuel Black na capa de seu livro, Sacred Ground: The Chicago Streets of Timuel Black.

Fonte: www.rogerebert.com

Deixe uma resposta