Nesta mini-reunião, os poderosos produtores Chaz e Brenda juntam-se aos anfitriões Jason e Yvonne Lee para compartilhar por que eles fazem o que fazem – e isso é elevar e dar oportunidade para vozes de cor trabalhando no cinema. Ao destacar projetos impactantes como o premiado filme de estreia de Regina Hall, “Passing”, a novos projetos como o documentário “Empire of Ebony”, da veterana Lisa Cortes, que cobre 70 anos de cultura das revistas Ebony e Jet, aprendemos de dentro o que é gosta de operar a partir do que muitas vezes pode parecer do lado de fora. Também aprendemos que o que importa nesta indústria é ser fortalecido de dentro, mostrando-se à mesa como seu eu autêntico… e sabendo que a mesa em que você está é A mesa.

Em nosso primeiro episódio com um delicioso mocktail, reconhecemos a adição cada vez mais popular de mocktails inclusivos como uma opção de bebida em situações sociais. Jason prepara um French 75 sem álcool e a conversa flui, como sempre. Sabendo que a morte moderna assume muitas e muitas formas, nossos hóspedes também compartilham histórias pessoais de como a morte os afetou e como isso apareceu em suas próprias famílias. Yvonne apresenta de forma pungente a Chaz e Brenda sua pergunta confessional, o que mais precisa ser feito para que as pessoas de cor possam aparecer autenticamente e não ter que passar por nada?

Clique aqui para ouvir o episódio completo do podcast e aqui para encontrar a Parte I da exploração do podcast sobre “Passing”, com Monique Marshall, educadora anti-preconceito/anti-racista, e DeMille Halliburton, defensora do acesso e da equidade.

Fonte: www.rogerebert.com

Deixe uma resposta