“A New Era” começa dois anos após o filme anterior, com a década de 1930 ao virar da esquina. Violet Crawley (Maggie Smith) recebe a notícia de que herdou uma extravagante vila no sul da França de um ex-amante, o que leva Lord Grantham (Hugh Bonneville), Cora (Elizabeth McGovern) e Lady Edith (Laura Carmichael), juntamente com uma parte do pessoal da casa, para investigar a questão do passado misterioso da Condessa Viúva. De volta a Downton, enquanto isso, Lady Mary (Michelle Dockery) tenta navegar na British Lion Film Corp.

A maior parte de “A New Era” alterna entre as histórias simultâneas, sentindo-se muito alinhada com os especiais de Natal da série. Pode ser fácil se perder no mar de personagens, mas, no entanto, esse elenco empilhado consegue fazer com que todo o assunto pareça o mais fluido possível. Um dos maiores pontos fortes de “Uma Nova Era”, assim como o filme anterior, é que você não precisa necessariamente ter visto a série para saber o que está acontecendo. Com qualquer adaptação de televisão para longa-metragem, estar familiarizado com o quão longe esses personagens chegaram adicionará maior contexto a certas cenas, mas as emoções desse elenco empilhado fornecem um ótimo indicador de quem eles são e seu papel na casa. Acho que isso faz parte do charme das novelas.

Além disso, também dá espaço para membros de longa data do elenco, como Mr. Molesley, de Kevin Doyle, brilharem. O ex-mordomo do Crawley sempre foi um dos personagens mais saudáveis ​​e bondosos da série, perdendo apenas para a confortadora Sra. passatempo favorito associado à série. Eu sempre amei quando “Downton Abbey” mostra como os trabalhadores são mais do que sua servidão aos Crawleys. Daisy, de Sophie McShera, por exemplo, percorreu um longo caminho desde a tímida empregada de cozinha da Sra. Patmore (Lesley Nicol) até uma chef confiante e jovial que não é avessa a deixar as pessoas saberem em que ela acredita.

Mas a maior surpresa são as novas adições ao elenco. Laura Haddock (“Os Demônios de Da Vinci”) brilha como a glamorosa diva Myrna Dalgleish. Dominic West (“The Affair”) interpreta sem esforço o arrojado Guy Dexter, um tipo Douglas Fairbanks Sr. que exala seu carisma por toda a mansão, particularmente com Thomas. É Hugh Dancy (“Hannibal”), no entanto, que tem a maior oportunidade de brilhar como Jack Barber, o diretor do filme, enquanto constrói um relacionamento surpreendentemente doce com Lady Mary.

“Downton Abbey” sempre foi defendida pela impecável Maggie Smith, que está tão mal-humorada como sempre. A sagacidade que ela traz para as piadas de Violet continua afiada, e ela é o pivô emocional de “A New Era”, cujas conversas sinceras entre a família Crawley, especialmente com sua parceira no crime, a prima Isobel (Penelope Wilton), servem como mais uma lembrete da maneira como esse personagem pode se aproximar de você.

Fonte: www.slashfilm.com

Deixe uma resposta